Imediato – São Gonçalo

Buscamos pessoas que tenham cabeça de dono, brilho nos olhos, busquem crescimento e queiram pôr a mão na massa e nos ajudar em nosso crescimento. Alguém que busque desenvolvimento profissional, queira fazer a diferença e que tenha como objetivo se manter sempre atualizado e que preze pela segurança em todas as suas atividades!

Somos uma empresa do segmento offshore que foca em processos ambientais (onshore e offshore), abastecimento, reparo e manutenção naval e locação de embarcações.

Se você quer nos ajudar a fazer história, achou o lugar certo!

 

Será um prazer ter você em nossa equipe!

 

#sejabravante

Obrigatório:

  • Possuir CIR na categoria de 1º Oficial de Náutica ou Superior;
  • Certificado de Competência (STCW) – Regra: II/2-IV/2 (sem restrição)
  • Certificado de DP Ilimitado (DP Full)
  • Possuir sólida experiência em embarcações especiais, principalmente em SDSV e MPSV;
  • Demonstrar habilidade de comunicação clara e efetiva em Inglês, oral e escrita (será testado)

 

  • Substituir, legalmente, o Comandante em todas as suas faltas e impedimentos. É a segunda autoridade de bordo, podendo, nessa qualidade, intervir em qualquer parte da embarcação no sentido de manter a ordem, disciplina, limpeza e conservação, sem que esta intervenção importe na diminuição da autoridade e responsabilidade de quaisquer outros integrantes da tripulação;
  • Ser o encarregado das Seções de Convés e Câmara. É figura importante na Administração da embarcação, sua presença se faz sentir quer no porto, quer em viagem, com respeito à manutenção da carga (carga e descarga); 3) manter limpa e conservada a embarcação, com eficiência os aparelhos de manobra, salvatagem, incêndio, poleames e massames;
  • Controlar os serviços extraordinários realizados e autorizados pelo Comandante, nas sessões sob sua responsabilidade, observando rigorosamente o que determina a respeito as leis e regulamentos em vigor; 5) confeccionar as folhas extraordinárias das sessões sob sua responsabilidade e submetê-las à apreciação do Comandante, para o devido visto;
  • Conduzir e coordenar o programa de adestramento de bordo;
  • Dirigir as fainas de convés, por ocasião de acidentes e exercícios, e auxiliar o Comandante em todas e quaisquer manobras que se fizerem necessárias;
  • Verificar pessoal e diariamente, sempre que as condições o permitirem, o estado geral dos porões, ralos e pocetos, principalmente no inicio de carregamento;
  • Inspecionar, diariamente, os locais designados para o estivamento das cargas inflamáveis, explosivas ou corrosivas, controlando as temperaturas dos contentores estivados no convés e verificando, constantemente, as pressões e a manutenção adequada e inertização dos compartimentos de carga;
  • Preparar o convés, para o recebimento de carga, de maneira que sua estivagem não prejudique o aparelhamento da embarcação nele situado;
  • Controlar, com a cooperação do Chefe de Máquinas, o serviço de abastecimento e distribuição de combustíveis e água, visando à segurança da embarcação; 12) fiscalizar a escrituração dos livros e documentos da Seção de Convés, executando a parte que lhe competir;
  • Dirigir o serviço geral de distribuição das cargas dos porões, conveses, frigoríficas e tanques, levando em consideração o calado da embarcação, sua estabilidade, esforços máximos persuasíveis e a estiva e desestiva da carga, fornecendo ao Comandante, com a antecedência necessária, todos os planos de carregamento, de movimentação de carga, de descarga, de lastro e de deslastro;
  • Manter, devidamente inventariado, todo o material da seção de convés, podendo descarregar parte de sua responsabilidade pelos seus auxiliares, mediante o endosso da respectiva cautela;
  • Dar andamento às sindicâncias que se fizerem necessárias a bordo para esclarecimento de quaisquer ocorrências;
  • Inspecionar ou mandar inspecionar, por ocasião de embarque ou desembarque dos tripulantes, suas bagagens, recusando todo aquele que tentar introduzir a bordo armas proibidas, bebidas alcoólicas, substâncias tóxicas (drogas) ou qualquer outro material que possa prejudicar a disciplina da embarcação;
  • Inspecionar, diariamente, as Seções de Convés e Câmara;
  • Emitir os competentes pedidos de suprimento, reparo e revisões da Seção de Convés;
  • Receber de seu antecessor o material sob sua responsabilidade, mediante conferência e inventário;
  • Verificar e aprovar todas as alterações, revisões, reparos e quaisquer outros serviços feitos na Seção de Convés;
  • Prestar a devida cooperação em tudo quanto se relacionar com o serviço de bordo;
  • Em viagem, arejar corretamente os porões e manter a carga líquida ou seca nas condições específicas para seu transporte, usando os recursos existentes a bordo;
  • Fiscalizar, auxiliado pelo oficial de divisão de convés, as operações de carga e descarga, lastro e deslastro da embarcação;
  • Determinar o preparo dos documentos necessários e exigidos pelas autoridades dos portos de escala;
  • Receber ou fazer receber, por oficial, as autoridades portuárias que vierem proceder a visita ou a inspeção da embarcação, dando os esclarecimentos necessários, e facilitar e abreviar as formalidades;
  • Fazer, quando necessário, em face da composição da lotação, os quartos das 04:00 às 08:00 e das 16:00 às 20:00 horas, salvo determinação contrária do Comandante;
  • Ter a seu cargo todos os serviços de carregamento, descarga, lastro e deslastro, bem como a distribuição das cargas líquidas pelos tanques, evitando a contaminação dos produtos carregados e mantendo sempre a embarcação dentro das condições adequadas de esforços, estabilidade e compasso;
  • Programar, dirigir e fiscalizar a limpeza, a conservação e a desgaseificação dos tanques, redes e válvulas dos sistemas de carga da embarcação, tomando todas as providências que evitem a poluição do meio ambiente;
  • Manter o navio dentro dos padrões corretos de inertização durante os carregamentos, travessias, estadias, descargas e nas fainas de limpeza dos tanques e movimentação de lastros;
  • Apresentar, previamente, ao Comandante o plano de carregamento e, concluída a carga, entregar o plano final da distribuição por tanques dos produtos e quantidades embarcadas;
  • Proceder a leitura dos calados no costado, na chegada e saída das embarcações, mesmo naquelas de equipamentos de leitura à distância;
  • Determinar, antes da saída dos portos, inspeção da embarcação a fim de localizar clandestinos porventura existentes ou o transporte ilegal de mercadorias;
  • Não permitir a permanência, na embarcação, de pessoas estranhas ao serviço de bordo;
  • Comunicar ao Comandante, antes da saída da embarcação, das ausências porventura existentes de tripulantes das seções a si subordinados; e
  • Conduzir a política contra o uso de álcool e drogas adotada a bordo.

Rio de Janeiro – São Gonçalo