Voltar para a pesquisa

Guia de profissões: vale a pena ser jornalista? Veja como anda o mercado

Guia de profissões: vale a pena ser Jornalista?

Guia de profissões: vale a pena ser jornalista? Veja como anda o mercado

Guia de profissões: vale a pena ser jornalista? Se você está terminando o Ensino Médio e sonha em seguir essa carreira, mas fica na dúvida quanto às perspectivas profissionais, saiba que esse receio é comum a muitos estudantes que desconhecem o leque de possibilidades para essa profissão.

Com o mundo cada vez mais digital, os segmentos de atuação do Jornalismo aumentaram. Assim, o profissional que se mantém atualizado, principalmente quanto às novas tecnologias, consegue trilhar um caminho de sucesso.

Quer entender melhor como anda o mercado profissional para essa profissão e as áreas do Jornalismo que estão mais em alta? Continue a leitura e veja também dicas de como crescer na carreira!

Guia de profissões: como anda o mercado de trabalho para jornalistas

A insegurança quanto ao mercado de trabalho no Jornalismo tem uma razão: o que se viu nos últimos tempos foi o fechamento de jornais e revistas impressos, o que causou a demissão de muitos profissionais.

Por outro lado, nota-se também a expansão das mídias digitais, o que abre um mundo de possibilidades para essa carreira. Sites, portais, blogs, redes sociais e outras plataformas ganham destaque. E quem melhor que o jornalista para assumir a função de produzir os conteúdos e fazer o gerenciamento desses canais?

Assim, os profissionais que enxergam as oportunidades se mantém atualizados quanto a esses novos meios e conseguem fazer carreira nessa área.

Quais áreas do Jornalismo estão mais em alta?

Se você tem dúvidas se vale a pena ser jornalista, confira a seguir as áreas que estão em alta:

1. Marketing de conteúdo

Cada vez mais as pessoas usam a internet e sites como o Google para procurarem informações, dicas, produtos e serviços. Nesse contexto, as empresas que enxergam longe utilizam estratégias para conquistar os primeiros lugares nessas buscas.

E é aí que entra o marketing de conteúdo, em que o jornalista se vale de técnicas específicas para desenvolver os textos do site e, assim, aproximar essas organizações de potenciais clientes. O profissional pode trabalhar diretamente para as empresas, em agências de comunicação ou como freelancer.

É uma área que só tende a crescer devido às possibilidades do mundo digital e à competitividade entre as empresas.

2. Assessoria de imprensa

Na assessoria de imprensa, o jornalista faz a mediação entre os meios de comunicação e seu cliente (empresas, ONGs, personalidades), atuando como um porta-voz ao representar seus interesses frente ao público.

O objetivo é zelar pela imagem do cliente. Assim, o jornalista agenda entrevistas, produz conteúdos de divulgação e esclarecimento, entre outras atribuições. Atualmente, o assessor trabalha muito também nas redes sociais, produzindo conteúdos e interagindo com os seguidores.

3. Jornalismo esportivo

Quem quer se tornar jornalista para acompanhar esportes e cobrir grandes eventos pode se dar bem na carreira. O profissional pode trabalhar como repórter para veículos de comunicação ou fazer assessoria para clubes e atletas.

O Jornalismo esportivo é forte nas mídias tradicionais, mas vem ganhando mais espaço com os canais digitais, como portais, sites, blogs e redes sociais.

4. Comunicação institucional

A comunicação institucional, tanto no setor público, como no privado, também tem forte atuação dos jornalistas, que trabalham diretamente para as organizações. Eles desenvolvem materiais, cobrem eventos, gerenciam redes sociais e sites, fazem o contato com a mídia, entre outras funções.

Vale a pena ser jornalista? Confira dicas para quem quer crescer na carreira

Se você sonha com esse curso, saiba que pode brilhar na carreira. É importante ler bastante sobre diferentes assuntos, estar antenado quanto às notícias nacionais e internacionais, acompanhar as tecnologias voltadas para a comunicação e fazer, desde a graduação, seu networking.

Viu só como vale a pena ser jornalista? Para ter sucesso, é importante também escolher uma instituição de ensino superior de qualidade, com uma matriz curricular atualizada, principalmente quanto às novas mídias, e que conte com laboratórios para as práticas profissionais.

Fonte: Blog UniFOA

Gostou desse artigo? Então você pode gostar desse também 4 dicas para você se qualificar e retornar ao mercado de trabalho