Notícias: No IBOPE, Bolsonaro cresce mas não vence no 2º turno e outros destaques

Todos os dias, os editores do RIOVAGAS selecionam notícias em destaque para manter você atualizado

Eleição Presidencial: Na pesquisa IBOPE, Bolsonaro cresce 2% sem Lula, mas não vence ninguém no 2º turno

Política

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”. É o segundo levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral e o primeiro depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) barrou a candidatura de Lula.

Nessa pesquisa, Marina não cresceu, mas Geraldo Alckmin e Ciro Gomes avançaram, tornando a disputa pelo 2º turno mais acirrada. Os três continuam tecnicamente empatados. Haddad, provável substituto de Lula, subiu de 4 para 6%.

Na simulação de segundo turno, Bolsonaro perde para Alckmin, Ciro e Marina, e ficaria tecnicamente empatado com Haddad. Na avaliação da rejeição, Bolsonaro tem o dobro ou mais de eleitores que não votariam nele do que todos os demais candidatos. Fonte.

Garotinho é condenado em 2ª instância por formação de quadrilha

Política

O ex-governador e candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PRP, Anthony Garotinho, foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região. A pena é de quatro anos e seis meses. O mandado de prisão só pode ser expedido, no entanto, depois do julgamento dos recursos. A condenação se refere ao caso de loteamento de cargos nas delegacias do Rio, durante os governos Garotinho e sua esposa Rosinha, numa associação com a quadrilha do contraventor Rogério de Andrade. Outro condenado no processo, com pena de 28 anos e um mês, é Alvaro Lins, na época, chefe da Polícia Civil. Fonte.

Benefícios fiscais devem atingir R$ 306 bilhões em 2019

Economia

As renúncias tributárias para empresas, entidades filantrópicas e pessoas físicas vão crescer 8% em 2019, segundo estimativa da Receita Federal. Isso significa um acréscimo de R$ 23 bilhões em benefícios fiscais para o próximo ano. No total, a União vai abrir mão de 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB) em benefícios. O Tribunal de Contas da União (TCU) já alertou que quase 50% das renúncias não tem fiscalização sobre sua eficácia e cobra do governo a revisão dos benefícios. Fonte.

Empresas pedem que candidatos reconheçam a importância da inclusão LGBT em locais de trabalho

Sociedade

Um grupo formado por 32 empresas e ONGs assinaram uma carta de apoio à diversidade, ao respeito e à inclusão de pessoas LGBT+ nos locais de trabalho no Brasil, solicitando que os candidatos à presidência reconheçam a importância do tema. Empresas como Microsoft, Google, IBM e Uber estão entre as organizações que assinaram a carta. Fonte.

Amazon atinge US$ 1 trilhão em valor de mercado

Tecnologia

A empresa tornou-se a segunda dos Estados Unidos a atingir a marca, depois que a Apple alcançou o mesmo feito em 2 de agosto. As ações da organização de Jeff Bezos tiveram crescimento vertiginoso nos últimos meses, chegando a dobrar seu preço em menos de 10 meses. Somente de janeiro para cá, as ações subiram 74%. A Amazon, fundado em 1994, tem 550 mil funcionários e fatura US$ 178 bilhões anualmente. Fonte.

Atriz Beatriz Segall morre aos 92 anos

Cultura

Consagrada por interpretar uma das personagens mais famosas da teledramaturgia brasileira, a vilã Odete Roitman da novela “Vale Tudo”, Beatriz Segall estava internada no Hospital Albert Eistein, em São Paulo. A causa da morte não foi divulgada até o momento. Beatriz tinha mais de 70 anos de carreira; sua última participação na TV foi na série “Os experientes”, há cerca de três anos. Fonte.

Receba vagas e notícias diariamente em seu email