Notícias: desemprego atinge 12,9 milhões de pessoas e outros destaques

Todos os dias, os editores do RIOVAGAS selecionam notícias em destaque para manter você atualizado

Desemprego cai em julho, mas ainda atinge 12,9 milhões de pessoas

Economia

A taxa de desemprego no Brasil caiu para 12,3% no trimestre encerrado em julho, mas ainda atinge 12,9 milhões de brasileiros, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mesmo período do ano passado, havia 13,3 milhões de desempregados no país. No entanto, a queda tem sido puxada pelo aumento de pessoas subocupadas (que trabalham menos de 40 horas por semana) e desalentados (que desistiram de procurar uma colocação). Fonte.

Tiroteios provocam atrasos e cancelamentos de viagens de trens 20 vezes por dia no Rio

Segurança Pública

A violência vem atingindo em cheio as 700 mil pessoas que usam diariamente o transporte ferroviário do Rio de Janeiro. Levantamento feito pelo EXTRA, com base em dados obtidos via lei de acesso à informação, revela que, entre janeiro e maio deste ano, 2.993 trens sofreram atrasos ou tiveram a circulação interrompida por causa de tiroteios ou ações policiais ao longo dos 270km da malha ferroviária que corta o Rio e outros 11 municípios. Sendo assim, durante esses cinco meses, em média, viagens sofreram atrasos, cancelamentos ou interrupções 20 vezes por dia. Fonte.

Correios são investigados pelo Procon-RJ por taxa para produtos importados

Economia

Os Correios terão de prestar esclarecimentos a respeito da taxa de entrega de R$ 15 voltada para produtos importados. Após o anúncio da estatal, o Procon do Rio de Janeiro abriu uma investigação preliminar para entender os motivos da cobrança. Segundo a entidade, os Correios terão 15 dias úteis para justificar a taxa e informar como ela será implantada. O Procon-RJ também deseja saber exatamente o que é o despacho postal, como a cobrança tem sido identificada. Fonte.

Governo cogita distribuir senhas para controlar a entrada de venezuelanos

Brasil

O presidente Michel Temer afirmou em entrevista à Rádio Jornal, do Recife, que avalia um processo de distribuir até 200 senhas diárias para regular a migração de venezuelanos. Segundo ele, até 800 pessoas do país vizinho chegam a entrar no Brasil diariamente. Após repercussão negativa de sua fala, o Palácio do Planalto esclareceu que o sistema de senhas seria usado apenas para “aprimorar um processo de atendimento humanitário em Roraima”. Na terça-feira, Temer havia assinado um decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), permitindo, assim, que as Forças Armadas atuem em Roraima para ajudar a lidar com a chegada de refugiados. Fonte.

Receba vagas e notícias diariamente em seu email