7 Erros nas redes sociais que prejudicam sua carreira

Muitas empresas estão visitando perfis dos candidatos antes de realizar a contratação

Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, LinkedIn… Cada qual possui características e funcionalidades diferentes, mas é difícil encontrar alguém que não possua um perfil em pelo menos uma dessas redes sociais.

As redes sociais conectam pessoas de diversos lugares do mundo, gerando oportunidades não apenas de construir amizades, mas também de abrir portas no campo profissional; elas são uma verdadeira vitrine de quem você é, suas opiniões e valores como ser humano. O que você posta nas redes sociais e seu nível de interação com seus amigos e seguidores pode despertar o interesse de alguma empresa.

Contudo, usar as redes sociais de maneira inadequada pode afastar um possível empregador, afinal, é uma prática cada vez mais comum por parte dos recrutadores investigar as redes sociais de candidatos. Confira agora 7 erros comuns e salve sua carreira:

1.Excesso de exposição

Sabemos que as redes sociais são locais de descontração, mas é preciso ter bom senso e filtrar o que você compartilha. Para algumas empresas, ver o candidato a uma vaga exposto de forma duvidosa pode fazer com que ele seja excluído do processo seletivo.

Entenda que o empregador é uma pessoa com um conjunto de opiniões que nem sempre vai coincidir com as suas, portanto é melhor evitar imagens/ mensagens de teor sexual, ofensivas ou que infrinjam a lei.

A dica é manter vida profissional separada da pessoal, portanto, uma boa ideia é colocar seus álbuns virtuais em modo privado e desabilitar a opção de ser marcado em fotos de conhecidos.

2. Reclamações sobre ex-patrões e antigo trabalho

Mesmo que você tenha sido prejudicado por seu empregador anterior, que detestasse seu trabalho, deixe as reclamações de fora das redes sociais, pois você pode passar a imagem de uma pessoa imatura, que não sabe lidar com conflitos e até mesmo fofoqueira.

3. Falar mal ou zombar de ex-clientes

Assim como falar mal de ex-empregadores ou do trabalho em si, zombar de algo que um cliente tenha feito ou dito, ou ainda reclamar das atitudes do mesmo, ainda que com alguma razão, revela falta de profissionalismo.

4. Compartilhar informações sobre ex-empregadores

Contar, por exemplo, quanto a empresa faturou é indiscreto e antiético, mesmo que você não trabalhe mais no lugar. Um possível contratante pode julgar que esse comportamento se repetirá e o tomar como alguém pouco confiável.

5. Erros de português

Palavras escritas de forma errada, verbos e plurais mal utilizados… Tudo isso pode atestar a seu empregador falta de domínio do idioma ou, no mínimo, descuido. A dica é sempre reler com atenção o que você escreveu, antes de postar

6. Comentários discriminatórios

Esse tipo de comentário, revela ao empregador que você é uma pessoa preconceituosa e intolerante, sendo assim, é muito provável que terá problemas de convivência com os demais funcionários.

7. Agressividade

Se você costuma escrever posts ou responder comentários de forma agressiva, com xingamentos e termos depreciativos, sua imagem também estará prejudicada. O empregador o verá como alguém que não controla suas emoções, não sabe articular suas opiniões de forma ponderada e que, possivelmente, deve ser de difícil convivência.

Gostou das dicas? Compartilhe!

Procurando oportunidades? Acesse o RIOVAGAS

Responder