Como elaborar uma carta de apresentação eficiente

Além do currículo, a carta de apresentação é outro documento importante na busca por um emprego

Impressa ou em formato digital, a carta de apresentação é tão importante quanto o currículo. Uma carta de apresentação bem escrita pode chamar a atenção do empregador, já uma carta confusa ou mal elaborada pode fazer com que o recrutador nem mesmo se interesse por ler o currículo do candidato.

Confira dicas para elaborar uma boa carta de apresentação:

1. Como se referir ao recrutador

No início da carta, em caso de não saber o nome de quem irá avaliar o currículo, refira-se como “prezado recrutador, selecionador ou empregador”

Exemplo:

Prezado recrutador, gostaria de me candidatar à vaga (diga o cargo)

2. Chame a atenção do empregador

Escreva a sua formação de maior destaque e experiência de maior relevância para o cargo pretendido.

Exemplo:

Sou um profissional com MBA em (nome do curso) pela (nome da instituição), inglês fluente e destacada experiência de 12 anos na área Financeira, atuando como (Cite suas principais realizações na área). Busco novos desafios e acredito que sua empresa possa ter interesse em minhas qualificações.

3. Mostre suas habilidades

Depois de ter chamado a atenção do leitor, fale sobre suas experiências e conquistas profissionais.

Exemplo:

Minha última experiência foi na  (Nome da Empresa), onde conquistei duas promoções, sendo o meu último cargo (Cargo e Área). Anteriormente atuei na (Nome da Empresa), como (Cargo e Área). Entre os principais resultados alcançados destacam-se (cite seus melhores resultados).

A carta deve oferecer evidências por meio das quais o empregador deva considerá-lo para o cargo, portanto tudo que você destacar precisa estar relacionado com a função pretendida.

4. Peça para o empregador entrar em contato

Finalize solicitando ao leitor que entre em contato para uma entrevista.

Exemplo:

Estou à disposição para uma entrevista pessoal para que possa descrever, com mais detalhes, minhas experiências.

5. Quando você não tem experiência

A estrutura da carta segue sendo a mesma, assim como o objetivo de destacar suas qualidades para o cargo. A única diferença é que, como não possui experiencia profissional, você terá que destacar outras realizações. Como já falamos no post sobre currículo sem experiência, é válido citar trabalhos voluntários, grupos de estudos e debates, enfim, qualquer atividade que demonstre sua competência para exercer a função pretendida.

6. Uma boa carta de apresentação deve:

  • Ser objetiva; não enrole: fale de sua formação e experiências de modo conciso.
  • Conter no máximo uma página, com parágrafos curtos, entre três e cinco linhas.
  • Destacar os pontos fortes do candidato. Escreva sobre experiências e cursos que são relevantes ao cargo.
  • Omitir os pontos fracos do perfil do profissional. Por exemplo, se a vaga pede inglês fluente e você possui o nível básico, simplesmente não se candidate, pois certamente haverá candidatos mais qualificados. Mas, se a vaga não menciona a necessidade de saber inglês, não há porque você destacar na carta que lhe falta o idioma.
  • Ser revisada. Sempre releia ou peça para outra pessoa verificar se não há erros de português antes de enviar.

Gostou das dicas? Compartilhe!

Procurando oportunidades? Acesse o RIOVAGAS

Responder