Como o planejar seus estudos para concursos?

planejar seus estudos para concursos

Como o planejar seus estudos para concursos?

Estudar ou estar sempre estudando é algo fundamental. Entretanto, você sabia que se não houver um planejamento, você pode acabar jogando todo o seu esforço e tempo fora?

O propósito de um planejamento é ter um controle e segurança das matérias estudadas. De fato, é conseguir perceber a sua progressão nos conteúdos do edital e acompanhar sua evolução como estudante.

Dessa forma, ter um bom plano definido é ter um aliado para que seu esforço na hora de estudar seja recompensado. Ter essa organização permite a criação de ciclos, blocos, revisões periódicas, controle de execução e performance em exercícios, por exemplo.

Vamos explicar aqui alguns passos essenciais para criação de um bom planejamento para concursos públicos. E, se você quiser saber mais informações e os editais que virão por aí, é só dar uma olhada na Folha Dirigida.

 

Passo 1 – Escolha a sua área

Para escolher sua área, você precisará realizar uma pesquisa. Essa pesquisa deve levar em consideração sua afinidade com o concurso, o local de lotação da vaga, salário, frequência de abertura de oportunidades para essa área e por aí vai.

Todos os aspectos devem ser analisados para que o seu esforço seja direcionado para algo que traga recompensas para você e não frustração.

Um exemplo de uma possível frustração é você passar para um cargo na Polícia e perceber que aquela rotina não é para você. Ou ser aprovado em um concurso em que a atividade seja o atendimento ao público e você não se dar bem com esse tipo de trabalho.

Em relação às áreas para investir o seu estudo, as mais conhecidas no mundo do concurso púbico são: Área Jurídica, Área Administrativa, Área de Segurança, Área Fiscal, Área de Controle, Área de Saúde, Área do Magistério e Área Militar.

Se você quiser saber mais sobre essas áreas, confira as dicas do professor e auditor do TC-DF, Leonardo Murga, para a Folha Dirigida.

 

Passo 2 – Estude os editais e provas anteriores

Quando vamos separar o material que será estudado, precisamos partir de alguma referência. No mundo dos concursos públicos essa referência é o último edital e a prova do concurso anterior.

O motivo é que no conteúdo programático no edital anterior tem poucas chances de sofrer grandes mudanças até a divulgação do próximo concurso. Salvo mudanças em legislação, que são frequentes. Já a prova anterior mostrará como o conteúdo foi cobrado pela banca.

Entretanto, cuidado com editais muito antigos. Se o tempo do último edital do concurso de seu interesse for muito grande, você ainda pode utilizá-lo, porém compare com o mesmo concurso em outros estados. Utilize também a opinião de especialistas da área sobre a previsão do que pode sair no edital.

Essa questão também vale para a prova, pois cada banca tem uma forma de cobrar os conteúdos. Caso a banca organizadora mude, busque conteúdos anteriores dessa banca.

 

Passo 3 – Profissionalize os seus estudos

Para ter o máximo desempenho nos seus estudos você deverá encará-lo como um trabalho. Estabeleça metas e formule um planejamento semanal de acordo com o tempo disponível para se dedicar ao estudo.

Após a análise feita no edital anterior, você saberá quais itens terá que estudar. Dessa forma, distribua-os de forma equilibrada dentro do seu planejamento.

O professor Leonardo Murga explica que você deve escolher um ambiente ideal que seja organizado, limpo e padronizado. Lembre-se que isso será fundamental para que seu processo de estudo funcione de forma correta.

Após estabelecer tudo isso, você sabia que tem formas de diminuir a concorrência em concurso público? Utilizando uma formação específica, partindo para cargos especializados ou até cargos com conhecimento de legislação específica!

 

Passo 4 – Evite a procrastinação

Depois de escolher a sua área, analisar o edital e estabelecer o seu planejamento, sabemos que pode acontecer aquela velha e temida procrastinação. Em termos mais simples, é sempre deixar para amanhã, ou seja, é ficar “empurrando com a barriga”.

Para fechar todas as pontas e ter uma jornada completa e efetiva pelo mundo dos concursos públicos, você deve aprender a lidar com a procrastinação.

Por isso, o Especialista da Folha Dirigida, professor Alexandre Prado, explica que, além de analisar a última prova e montar um quadro semanal como já falamos aqui, você deve saber fazer a correta divisão dos horários.

O ponto mais destacado é o de dividir o seu dia em 48 partes, você já pensou nisso alguma vez?

Existem técnicas de estudo que também ajudam a manter a concentração, como a Pomodoro. Esse método nada mais é do que estudar por 25 minutos sem distrações e parar por cinco minutos, repetindo o processo ao longo do período que você tem disponível.

 

Com essas dicas básicas você, certamente, conseguirá dar o pontapé que faltava para se preparar para concursos públicos.