Está desempregado? Dicas de como montar seu currículo mesmo se você está fora do mercado de trabalho

Saiba como elaborar um bom currículo e ser notado pelas empresas

Como criar um currículo mesmo estando fora do mercado? Essa é uma das perguntas mais decorrentes entre as pessoas que já estão a algum tempo sem trabalhar ou que nunca tiveram um emprego antes. Se você é uma pessoa que vive entregando currículos e nem sequer é chamado para uma entrevista de emprego, alguma coisa está errada. Isso pode estar acontecendo porque seu currículo não está adequado ou chamativo a ponto de chamar a atenção do recrutador.

Veja agora algumas dicas para montar um currículo que desperte o desejo na empresa em te chamar para uma entrevista:

1 – Cuidado com o design do seu currículo

Como falado anteriormente, um dos principais problemas em não ser chamado para uma entrevista, pode ser seu currículo que não está agradando. Por isso, ter cuidado com o design dele é muito importante. Uma vez que esse é um dos pontos mais importantes para o pessoal do RH.

Portanto, a partir de hoje, tenha um currículo bem estruturado, simples e objetivo. Atente-se ao formato da fonte e seu estilo. Veja se está aparentemente bonito e se é possível entendê-lo. Caso algum desses requisitos não esteja batendo, arrume o mais rápido possível.

2 – Revisão

É muito importante sempre fazer uma revisão antes de enviar seus currículos. Pois, sempre podem aparecer um errinho ou outro. Portanto, não hesite em ler calmamente antes de enviá-lo para alguma empresa.

3 – Objetividade

O nosso terceiro aspecto para criar um currículo para quem está fora do mercado é a objetividade. Pois, muitas pessoas pensam que fazer um currículo usando palavras difíceis ou enchendo linguiça, conseguirão ter a aprovação dos recrutadores.

Contudo, isso está errado, uma vez que a objetividade e simplicidade é o mais adequado para se usar no curriculum vitae. Por isso, seja sempre objetivo, claro e sucinto.

4 – Dados pessoais

Os dados pessoais são importantíssimos, por isso devemos ter atenção total a eles. Use somente o que for necessário, como: nome, e-mail, telefone, link profissional, idade, etc. Não use seus documentos e use fotos apenas se a empresa pedir ou você ver que é necessário.

5 – Objetivo na empresa

Esse é um tópico que vem logo após os dados pessoais. Por isso, nessa área você deve ser claro e objetivo, demonstrando seu interesse na empresa, ou seja, a área em que você deseja atuar. E lembre-se: Faça todo seu currículo baseado nesse tópico para haver coerência.

6 – Organizando as qualificações

Outro ponto importante para fazer um currículo para quem está fora do mercado é saber organizar bem suas qualificações. Para isso, existe uma ordem correta que é: Modalidade do curso, Título do Curso, Instituição, Local e período.

Por exemplo:

Graduação em Sistemas de Informação – Universidade Federal de Juiz de Fora (Juiz de Fora/MG) – 2018 (Cursando)

Mestrado em Gestão de Recursos Humanos – Universidade Federal de São Paulo (São Paulo/SP) – 2001 – 2005

7 – Atenção ao enviar seu currículo por e-mail

Depois de ter feito o currículo para quem está fora do mercado, você precisa ter atenção ao enviá-lo por e-mail. Lembre-se de colocar o assunto, fazer sua apresentação, saudação inicial, mandar o arquivo e fazer a despedida e agradecimento.

Gostou do conteúdo?

Veja mais:

6 HABILIDADES QUE DEVEM APARECER NO SEU CURRÍCULO

COMO SE RECOLOCAR NO MERCADO DE TRABALHO?

Procurando emprego?

Acesse: https://riovagas.com.br/