6 habilidades essenciais para o mercado de trabalho que as escolas não ensinam

Competências que podem alavancar sua carreira, mas que não são contempladas nos moldes tradicionais de ensino

É comum encontrar antigos colegas, pessoas que tinham excelente desempenho na escola ou universidade, mas que não são felizes com o que fazem e não atingiram os seus objetivos. Como também sabemos que existem pessoas extremamente bem sucedidas em suas carreiras que nunca frequentaram uma faculdade, por exemplo.
Algumas habilidades importantes, como liderança, oratória, inteligência emocional, produtividade e persuasão, não são ensinadas nos moldes de educação tradicional, mas são essenciais para profissionais que querem se destacar na carreira ou no próprio negócio. Confira elas a seguir:

1. Metas e produtividade

Tudo começa com o estabelecimento das metas. Elas são importantes para mostrar – e lembrar – uma direção. Precisam estar sempre alinhadas com o propósito e objetivos de longo prazo. Sem uma meta bem estabelecida, o profissional fica como um barco perdido no mar: está a deriva e não sabe para onde ir, é muito mais fácil traçar o caminho errado, e o pior: sem nem se dar conta disso. Metas claras mantém os profissionais em movimento e são uma ótima base no momento de tomar as melhores decisões.

2. Ter inteligência financeira

A inteligência financeira não está ligada a grande quantidade de dinheiro na conta bancária, mas sim em planejamento. Por ter uma maior estabilidade, o profissional que aplica inteligência financeira consegue fazer escolhas com maior autonomia, sem as amarras de boletos.

3. Erro e aprendizado

Uma ideia original tem a sua possibilidade de erro e consequentemente, os erros estão fortemente ligados ao aprendizado. Todas as pessoas de sucesso também falharam. Ainda assim, desde cedo as pessoas são programadas para achar que errar é ruim. Na escola aprende-se que só existe uma resposta certa para cada pergunta. Portanto, há a necessidade do fortalecimento de uma cultura que mostre o potencial construtivo do erro. O primeiro passo para a evolução de uma postura mais assertiva diante dos obstáculos é aceitá-lo.

4. Boas relações e capacidade de comunicação

A sociabilidade é uma característica inerente do ser humano e ter bons relacionamentos interpessoais só traz vantagens no mercado de trabalho. Por mais qualificado que seja, a falta de habilidades comunicativas pode ser uma desvantagem para o profissional. Se expressar de maneira coerente e clara é o primeiro passo para alavancar a carreira e suas ideias.

5. Marketing básico

O marketing é necessário em diversas profissões, principalmente para alcançar metas. Por mais que o profissional seja competente no que faz, se seu trabalho não for reconhecido ou visto, a consolidação de sua carreira pode ser mais devagar.

6. Autoconhecimento e inteligência emocional

Como lidamos com os problemas faz a diferença na vida pessoal e profissional. Não é recomendável procrastinar ou ignorar essas situações complicadas, esses problemas podem se transformar em circunstâncias desgastantes e complexas. Para lidar com esses momentos, é necessário que o profissional una autoconhecimento com inteligência emocional.

Fonte: http://www.administradores.com.br/noticias/carreira/6-habilidades-essenciais-que-as-escolas-nao-ensinam/124909/