7 informações que você NÃO deve colocar no currículo

Tão importante quanto saber o que escrever, é entender o que NÃO deve aparecer em um currículo

O currículo será provavelmente o primeiro contato entre candidato e empregador. Um bom currículo aumenta as suas chances de ser chamado para uma entrevista. Por isso, já falamos aqui do que não pode faltar em um currículo bem-elaborado.

Seus pontos fortes, objetivo profissional, formação e suas principais experiências não podem faltar. Mas, tão importante quanto saber o que dizer, é entender o que NÃO deve constar em um currículo. Veja algumas dicas do que evitar:

1. Documentos

Nos dados pessoais, não coloque o número de seus documentos. Somente nome, endereço, telefones, e-mail, data de nascimento e estado civil são necessários.

2. Cuidado com o e-mail

O e-mail não pode faltar, mas é preciso tomar cuidado para ele não comprometer sua credibilidade. Aquela conta que você criou de brincadeira, como gatinha26@email.com, por exemplo, pode ser motivo de piada entre os recrutadores. Não custa nada criar outra conta, com um endereço mais profissional.

3. Histórico salarial

Não coloque quais foram seus últimos salários. Essa informação só precisará ser dada caso o empregador pergunte durante a entrevista. No currículo, só se a empresa exigir na descrição da vaga.

4. Frases de efeito e elogios vazios

Na hora de descrever competências e experiências, seja objetivo. Não utilize elogios vazios e clichês, como “profissional determinado que adora desafios”. Capriche na descrição de suas realizações, de modo que elas se encarreguem de demonstrar suas qualidades.

5. Mentiras

Não minta nunca sobre uma experiência ou conhecimento que não tem. Por exemplo, se não sabe falar inglês ou outro idioma, não coloque que tem conhecimento avançado. Será constrangedor quando a mentira for revelada, por exemplo, durante uma possível entrevista, o recrutador lhe fizer perguntas em outra língua e você não conseguir responder ou ainda, já contratado, o superior chamar para você servir de intérprete em uma reunião importante com investidores estrangeiros.

6. Erros gramaticais

Releia sempre o que você escreveu, antes de enviar. Se possível, peça para outra pessoa revisar. Erros acontecem, mas entregar um currículo com deslizes gramaticais pode ser entendido como falta de atenção ou de comprometimento.

7. Assinatura

Assinar o currículo é totalmente dispensável.

Procurando oportunidades de trabalho? Acesse o RIOVAGAS