8 dicas de como fazer uma redação no processo seletivo

Veja como escrever um texto para ser bem avaliado pelo recrutador

A elaboração de uma redação como parte de um processo seletivo é algo bastante comum, mesmo quando o cargo não exige diretamente habilidades na escrita.

Normalmente é pedido que o texto tenha 20 ou 30 linhas. O tema pode ser livre ou determinado pelo recrutador. O objetivo é basicamente avaliar a sua capacidade de se expressar de forma escrita, a forma como você organiza ideias e conduz uma argumentação, além dos seus conhecimentos de gramática.

Se você não sabe como como fazer uma redação para uma seleção profissional, confira as dicas que separamos para você:

1. Escolha o tema da redação

Se o tema da redação for livre, você pode escolher um assunto que você tenha mais domínio e fique mais confortável em escrever sobre. O ideal é que o tema esteja relacionado ao trabalho – sua área de atuação, sua carreira, a empresa e seu desempenho no segmento em que ela atua. Evite assuntos polêmicos, como política e religião.

2. Faça um “esquema”

Para não se perder no texto, crie um pequeno esquema, separando em tópicos o que você pretende escrever. Você pode fazer isso no cantinho da sua folha de rascunho ou mesmo mentalmente. Não é necessário desenvolver as ideias já no esquema, pois este é apenas um apontamento para você não esquecer nada importante.

3. Uma boa redação tem 3 partes fundamentais

Assim como ocorre em vestibulares e no ENEM, é muito provável que você tenha de escrever uma dissertação no processo seletivo. Uma dissertação precisa conter três partes:

  • Introdução

Na primeira parte do texto você deve apresentar o assunto a ser tratado, mesmo que ele tenha sido proposto pela empresa. Exponha a ideia que você vai defender e já comece a apontar os caminhos que pretende seguir na argumentação. Uma paragrafo é suficiente para introduzir a redação.

  • Argumentação

Na segunda parte, mostre seus argumentos. Por que você pensa dessa forma? O que você já leu sobre isso que possa citar? Mencionar escritores, jornalistas, pesquisadores e casos reais darão maior embasamento para sua argumentação.

O número de paragrafo depende da quantidade de argumentos que você tem para desenvolver. O ideal é que você produza entre dois ou três parágrafos de argumentação.

  • Conclusão

A terceira parte é o fechamento do texto, você deve retomar a ideia inicial e apresentar a conclusão baseada nos argumentos apresentados anteriormente. Um paragrafo é o bastante para a conclusão.

4. Use linguagem simples e direta

Se escrever não for seu trabalho nem hobby, possivelmente essa tarefa deixará você nervoso. Isso significa que não é hora de arriscar. Seja objetivo e evite palavras que você não tenha certeza do significado ou qual a grafia correta.

5. Evite gírias e excesso de termos em inglês

Claro que você pode dizer smartphone ou e-mail, mas, mesmo que você seja fluente no idioma, evite termos que não são amplamente utilizados no Brasil, pois podem prejudicar a leitura do empregador. Gírias também não trazem qualquer benefício para o seu texto.

6. Seja claro

Pense que você não estará do lado do recrutador para explicar seus argumentos, portanto o texto deverá ser claro para ser compreensível sozinho.

7. Pratique a escrita

Essas dicas vão ajudar você a elaborar um texto melhor, mas nada substitui a prática. Você pode saber a estrutura correta de uma dissertação, mas se não tem o hábito de escrever, sempre será uma grande dificuldade colocar as ideias no papel. Procure escrever pelo menos uma redação por semana, você perceberá que vai melhorar muito de uma para outra.

8. Leia

Para argumentar você precisa de conhecer fatos, por isso, leia jornais, revistas, livros, etc. Além de fonte de informação, com a leitura você ampliará seu vocabulário, enriquecendo seu texto.

Gostou das dicas? Compartilhe!

Procurando oportunidades? Acesse o RIOVAGAS