5 principais pontos a serem analisados em um edital de concurso público

principais pontos a serem analisados em um edital

5 principais pontos a serem analisados em um edital

Muitas pessoas sequer sabem como analisar um edital de concurso público. Embora seja complexo em um primeiro olhar, este documento é de extrema importância para nos informarmos antes de participar de uma seleção.

Por experiência própria, posso afirmar que fazer uma leitura incorreta ou incompleta do edital de concursos pode significar uma amarga reprovação. Há detalhes que fazem toda a diferença, sendo crucial lê-los, interpretá-los e colocá-los em prática à risca.

Regras de concursos são extremamente rígidas. De nada adianta reclamar com os fiscais da prova, com os colegas ou com qualquer outra pessoa. Só nos resta estar atentos para cumprir essas orientações.

Se você não quer ser uma daqueles candidatos que perdem a chance de adentrar a carreira pública por conta de itens do edital que foram negligenciados, fique atento às dicas. Continue lendo o artigo e confira!

Edital de concurso público: 5 pontos essenciais para levar em conta

A seguir confira 5 principais pontos a serem analisados em um edital:

1. O que é um edital de concurso?

Antes de qualquer coisa, o primeiro passo é compreender do que se trata um edital de concursos exatamente. Ele é um documento de caráter oficial que tem como emissor o órgão que abre a seleção.

O edital é o meio de comunicação entre esse órgão e os candidatos a uma ou mais vagas disponibilizadas. Simplesmente não existe qualquer concurso sem um edital.

A publicação acontece ao menos 45 dias antes do dia da seleção. O prazo é importante para permitir aos participantes o tempo suficiente para seus estudos.

2. Objetivos do edital e seu conteúdo

No texto do edital de concursos está tudo o que precisamos saber para a preparação e execução da prova. Essas informações vão desde o período de inscrições e seus valores, passando pelo número de vagas até detalhes sobre os conteúdos da avaliação e quando ela será realizada.

Por conter tantos dados, o documento costuma ser bastante extenso. Mesmo assim, para não ser pego de surpresa com minúcias, o interessado precisa se dedicar a ler e interpretar tudo.

Um dos principais objetivos com isso é respeitar os prazos e exigências, além de preparar um cronograma de estudos que esteja de acordo com o volume de conteúdos propostos. Afinal, se você quer preencher uma vaga, precisa atender os requisitos.

Outro detalhe que não pode passar despercebido consiste nos itens após a aprovação. No edital de concursos está a remuneração, o local de lotação e a lei que determina seus benefícios.

Veja editais de concurso público no RioVagas!

3. Como ter acesso ao edital de concursos

Para ter acesso ao edital de concursos, é necessário ficar de olho no Diário Oficial onde estão os principais processos seletivos de todo o país. No entanto, a minha dica pessoal é acompanhar o noticiário e os sites/blogs de cursos preparatórios. Eles costumam ser bem atualizados.

Algo que eu costumo fazer e recomendo é manter uma frequência de acesso aos editais dos concursos que você vai prestar. Existe a possibilidade de serem realizadas retificações.

Durante o período em que as inscrições estão abertas, procure acessar o documento ao menos duas vezes por semana. Depois que as inscrições forem encerradas, ao menos uma vez por semana.

4. O que é o mais importante?   

Quem é novato no mundo dos concurseiros costuma se deter a informações específicas do edital de concursos, tais como número de vagas, salário, data da prova, preço e prazo da inscrição. Esse é um erro comum.

É importante ler todo o edital. Alguns especialistas classificam o documento como a “bíblia” do concurseiro. Portanto, não podemos ter preguiça nessa tarefa. Esse é o primeiro passo para os seus estudos.

5. Serviços que podem ajudar   

Atualmente inúmeros serviços podem ajudar o dia a dia de quem estuda para concursos públicos. Especialmente através da internet, podemos ter acesso a materiais e ferramentas que facilitam a preparação.

Fonte: Folha Dirigida (por Débora Rizzi)

Gostou desse artigo? Então você pode gostar desse também 4 passos para escolher qual o melhor Concurso Público para você (e 2 dicas extras)